Ib Freight





Noticias > Conferentes anunciam paralisação

IB Freight - 20/03/2018

Conferentes de carga, descarga e capatazia entrarão em greve por tempo indeterminado, a partir de quinta, em protesto, segundo o sindicato da categoria, à decisão de terminais do Porto de Santos de não utilizar mão de obra avulsa e não contratar profissionais da área.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Conferentes de Carga, Descarga e Capatazia do Porto de Santos, Marco Antônio Sanches, com o fim da vigência de acordos coletivos de trabalho, ADM do Brasil, TEAG, TEG e Companhia Auxiliar de Armazéns Gerais “resolveram unilateralmente, desde 1º de março, não requisitar mais nossa mão de obra. Não nos restou outra alternativa a não ser a greve”.

Ele diz que, sem profissionais da categoria, o trabalho está “sendo feito por terceiros da própria empresa, usurpando o nosso posto de trabalho”, indo contra a Lei dos Portos. O sindicato fez uma denúncia ao Ministério do Trabalho e Emprego para que o órgão fiscalize as operações das companhias e acionará o Ministério Público do Trabalho.

Em nota, o Ministério do Trabalho informa que, “no dia 8 de março, ocorreu uma mediação coletiva, que tem por finalidade realizar a conciliação de conflitos individuais e coletivos. Nas medições, apenas assiste o encontro como conciliador, porém não tem poder para se posicionar em assuntos relacionados à legislação vigente”.

A paralisação foi definida ontem e assembleia com a Presença de cinco trabalhadores, além da diretoria.

OUTRO LADO

TEG e TEAG disseram cumprir “as leis e normas aplicáveis ao trabalho portuário”. Já a Companhia Auxiliar de Armazéns Gerais disse que não ira comentar o assunto. A ADM não deu resposta.

Fonte: A Tribuna